Todos os dias ouvimos nas empresas onde vamos fazer consultoria esta frase: “Eu quero ser freelancer, mas tenho medo”. Consideramos isto o mais natural possível. Nós também temos medo de ser freelancers.

O medo é a emoção associada ao desafio do novo, à repetição reiterada de procedimentos por parte de terceiros que nos levam a questionar o status quo. O medo funciona individualmente dentro da nossa cabeça e no coletivo social, por relação.

O medo de ser freelancer está indexado à segurança (ou falta dela) que sentimos quando temos um contrato de trabalho e um salário estável. Neste caso, o freelancer não o tendo (o contrato) sente medo e insegurança por não poder pagar contas e tratar da sua independência financeira.

A nossa relação com o dinheiro é fundamental para muitas outras coisas, inclusive a gestão das nossas emoções.

Assim, o medo será sempre natural, sempre. Só não será natural se te deixares invadir por ele, ou inundares por ele. Ninguém quer inundações em “casa”.

O medo é superado por algumas coisas base:

  1. Uma boa planificação. Se queres ser freelancer, durante algum tempo, começa a estudar o mercado e a planificar como o vais fazer da melhor maneira. Vê o nosso blog, estuda o que aqui te recomendamos ao detalhe e vais ver que consegues um bom plano “A” e “B”. Na verdade, consegues um plano para o alfabeto todo!
  2. Uma boa gestão de tempo. Se queres ser freelancer e trabalhas por conta de outrem, estabelece uma meta: “vou estudar e planear durante 4 meses, para daqui a 4 meses estar já a trabalhar como freelancer”. Tens um plano? Cumpre-o escrupulosamente. Só assim conseguirás sucesso.
  3. Um bom planeamento comercial. Precisas de clientes como freelancer? Ok, nós também. Durante 3 dias da semana, 2 horas do nosso trabalho é para leads e contactos. Cumprimos à risca. Respeitamos o nosso tempo e por isso ele também nos respeita.
  4. Gestão eficaz dos clientes e dos projetos. Algum do nosso tempo é também para tratar bem quem nos trata bem e por isso fazer pontos de situação com os nossos clientes e para comunicar bem com eles.
  5. Gestão pessoal eficaz. Tudo que referimos anteriormente só fará sentido e só funcionará se tiveres uma boa gestão pessoal e uma gestão eficaz. Se queres ser freelancer é para teres mais liberdade, inclusive liberdade de horários. Esta liberdade só se consegue com disciplina. Não há liberdade no caos. Assim, é necessário que te disciplines e cumpras contigo mesmo para teres tudo o resto.

O medo supera-se assim: com boa gestão, método e disciplina.

O medo também se supera com parcerias, ou seja, necessitas de impulso? Contrata um bom/boa coach. Precisas de aprender método? Contrata um mentor e um consultor. Boas parcerias sempre.

O estudo diário também supera o medo. Quanto mais preparados estamos, mais enfrentamos e menos medo temos do que vai aparecer porque estudamos e nos preparamos. Por isso muito estudo, investigação e preparação é importante. Reserva pelo menos 3 horas por semana, que podem ser de trabalho ou não, para leres e te atualizares.

E claro, segue-nos. Estamos cá para isso mesmo!